English (United States) Español (España) Português (Portugal)




quarta-feira, 20 de Junho de 2018

 



Abel Amaro
, Diretor do serviço de tecnologias dos sistemas de informalção.

"Na Saúde estamos longe..."

 

 

De futuro pretende-se implementar sistemas de informação para a saúde focados  no doente e seus problemas de saúde, de acesso transversal e Nacional. Pretende-se sempre que haja um ato médico que no mínimo tem que ter um doente e um Médico, depois de acauteladas os aspetos legais de acesso à informação, o Médico "Virtualmente" tenha acesso a um resumo clinico do estado de saúde do doente. Qualquer sistema de informação para a Saúde deve ainda agregar informação de atos médicos no sector publico e privado, o doente e o seu estado de saúde não pode depender do local ou do seu estatuto. 


Nota: a tecnologia existe, dou um exemplo da industria. Na chave do carro temos hoje em dia informação continua dos sensores do carro, das revisões programadas e das intervenções por avarias, disponíveis em qualquer parte. Na saúde estamos longe disto. 


Abel Amaro
Diretor do Serviço de Tecnologias e Sistemas de Informação do Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.
Sessão: Dados e Evidência | Health Parliament Portugal

Contactos E-mail. sec@apegsaude.org Tel. +351 936712131

Privacidade  |  Condições de Utilização
Copyright 2010 by APEGSAUDE